top of page

IPCA recua 0,36% em agosto, após queda de 0,68% no mês anterior

Influenciado pela queda nos preços de gasolina, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) caiu 0,36% em agosto, após recuo de 0,68% no mês anterior.

O Índice é produzido pelo IBGE desde dezembro de 1979 e é utilizado como indexador oficial do País, corrigindo salários, aluguéis, taxa de câmbio, poupança, além dos demais ativos monetários.


Em julho, a redução apresentada foi a menor desde o início da série histórica da pesquisa, em janeiro de 1980.


Alguns fatores explicam a queda menor em relação a julho. Um deles é a retração menos intensa da energia elétrica (-1,27%), que havia sido de 5,78% no mês anterior, em consequência da redução das alíquotas de ICMS.


Também houve aceleração de alguns grupos, como saúde e cuidados pessoais (1,31%) e vestuário (1,69%), e a queda menos forte do grupo de transportes em agosto.


Com o segundo mês seguido de deflação, esta é a menor taxa (-0,51%) para agosto desde 1998, segundo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O IPCA abrange as famílias com rendimentos de 1 a 40 salários mínimos.


Conte sempre com uma consultoria experiente e com profissionais qualificados para obter as melhores soluções!!!


MLuz Consultoria

2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page