top of page

Mercado de private equity brasileiro apresenta o menor número de fundos em 20 anos

Essa queda foi resultado de uma maior dificuldade de captação junto a investidores estrangeiros, distanciamento dos fundos de pensão dessa classe de ativos e uma maior competição entre produtos financeiros que passaram a disputar novos aportes.

O "private equity" é uma modalidade de investimento alternativo aplicada em empresas privadas, com potencial de crescimento e sem acesso ao investimento pelo mercado de capitais.


Os números comprovam: nos últimos dez anos, o número de empresas que investem em participações em companhias no Brasil caiu de 54 para 29, trata-se do menor número em duas décadas.


Como consequência direta, o volume de recursos que os fundos têm em caixa para investir caiu para R$ 27 bilhões, ou R$ 10 bilhões a menos que o montante registrado em 2016.


Além de um número menor de gestores, também houve redução no número de aportes recebidos de investidores estrangeiros, com muitos deles se voltando para outros mercados, como o Sudeste Asiático.


Porém existe uma projeção bastante positiva para o próximo ciclo de investimento e esse ambiente deverá ser aproveitado pelos fundos que estão capitalizados. Diante disso, o ciclo pode se inverter e o Brasil voltar a atrair novos fundos.


Conte sempre com uma consultoria financeira qualificada e com profissionais experientes para obter as melhores soluções!!!


MLuz Consultoria

1 visualização0 comentário

Comments


bottom of page