top of page

Privatização da Eletrobras: últimas oportunidades para a compra de ações

Se encerra nesta quarta-feira, o período para os investidores comprarem as ações da Eletrobras na privatização, com ou sem o dinheiro do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço).

As aplicações por meio das contas do FGTS poderão agregar até R$ 6 bilhões à oferta da estatal de energia elétrica, que deve movimentar cerca de R$ 30 bilhões no total. As pessoas que desejam usar os recursos do fundo podem aportar de R$ 200 até metade do saldo do FGTS.


O investimento usando o FGTS deve ser feito por meio de fundos administrados por instituições financeiras. Eles podem ser de duas categorias: fundos mútuos de privatização (FMP), com dinheiro disponível na conta do FGTS, e FMPs Migração, com recursos transferidos de outros fundos da mesma modalidade, como os da Petrobras e da Vale.


Os investidores também podem comprar as ações da Eletrobras na privatização sem usar o FGTS. Para fazer isso, devem abrir conta ou já serem clientes de algum banco ou corretora.


O valor mínimo para entrar na privatização da estatal de energia elétrica sem FGTS é de R$ 1 mil e o máximo, de R$ 1 milhão.


Vale a pena comprar?

Atualmente, o FGTS rende apenas 3% ao ano mais a Taxa Referencial (TR), que está zerada desde 2017. Já quem comprou ações da Vale e da Eletrobras nos anos 2000 acumulou altas de 2.881,79% e 1.298,90%, respectivamente, até maio deste ano.


Quem ainda não tem uma reserva de emergência em aplicações financeiras com baixo risco, com valor equivalente a pelo menos seis meses de gastos, não deve comprar papéis com o dinheiro das contas ativas do FGTS, de acordo com especialistas.


Isso porque as ações são investimentos de alto risco. Nesse cenário, após o fundo ser guardado, deve-se iniciar com investimentos de baixo risco como os títulos de renda fixa, Tesouro Direto e CDBs.


Conte sempre com uma consultoria experiente e com profissionais qualificados para obter as melhores soluções!!!


MLuz Consultoria

2 visualizações0 comentário

Kommentare


bottom of page