top of page

Turismo doméstico se mostra aquecido mesmo com redução de renda da população

Após fechar 2021 com a geração de mais de 2,7 milhões de novos postos de trabalho com carteira assinada, um recorde para década, o turismo doméstico, responsável por gerar metade dos empregos formais no país em fevereiro (150 mil vagas), começa a compensar as perdas de R$ 485 bilhões na pandemia.

Com base nos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), os locais onde a exportação agrícola e o turismo são fortes, mostraram uma recuperação mais acelerada nas vagas de trabalho.


Nesses setores, de junho de 2020 até fevereiro deste ano, o Brasil registrou um saldo 4,44 milhões de vagas criadas, o que equivale a um aumento de 12% no número de trabalhadores formais registrados, em comparação com o fim do primeiro semestre de 2020.


Dados do Caged mostram que a indústria extrativista foi o setor industrial que apresentou a maior variação relativa da área, com crescimento de 0,80%. Já a agropecuária apresentou a terceira melhor variação na criação de vagas, com crescimento de 1,02%.


É incontestável que o país apresente um grande potencial turístico e uma demanda reprimida, porém, para voltarmos aos níveis econômicos de 2019, o setor precisará driblar a compressão da renda das famílias e disputar espaço com as viagens ao exterior.


Conte sempre o com uma consultoria experiente e com profissionais qualificados para obter as melhores soluções!!!


MLuz Consultoria

3 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page