top of page

Análise do mês: Fusões e Aquisições – Janeiro 22

O mercado brasileiro de fusões & aquisições em janeiro apresentou crescimento no volume dos negócios de 78,5% em relação ao mesmo mês do ano passado.


Foi registrado também um aumento na participação das operações de porte até R$ 50 milhões, que concentraram 69,5% do total.


Já no mercado internacional, os investidores estrangeiros com maior número de negócios realizados no país estão os EUA com 5 negócios e a Espanha e Argentina, com 4 operações.


Maior transação do mês


Os investidores Nacionais foram responsáveis por 81,5%, das operações, com destaque para a aprovação pela Petrobras de 22 concessões de campos de produção e águas rasas no RN e anúncio pela XP de acordo para compra do Banco Modal, dono da plataforma modalmais.


Volume de Transações


O volume de negócios de janeiro revela um crescimento de 78,5% em relação aos anos anteriores.


Maiores números de transações


Os 5 setores mais ativos responderam por 81,6% do total das operações, contra 78,2% no mesmo mês do ano passado, representando um ligeiro aumento da concentração dos 5 mais expressivos setores no processo de M&A.


Os setores de tecnologia da informação, instituições financeiras, companhias energéticas e outros foram os mais ativos, com o valor médio das transações registrando queda de 51,4% em relação ao mesmo mês do ano passado.

No gráfico dos setores mais ativos no mês, além de TI, destacam-se Instituições Financeiras e Companhias Energéticas:


Porte das transações


Maior parte das transações são de porte até R$ 50 milhões. Das 141 transações apuradas no mês, 98 são de porte até R$ 49,9 milhões, 69,5% do total e responderam por 6,6% do seu valor. Este porte apresentou crescimento de 88,5% em relação ao ano anterior.


O volume de transações de porte acima de R$ 500 milhões tiveram queda expressiva. A maior queda, de 40,0%, foi constatada no volume de transações de porte acima de R$ 1,0 bilhão de reais.


Investidores Estratégicos


Investidores Estratégicos predominaram no volume das operações. O maior apetite neste mês ficou por conta dos investidores Estratégicos com 94 operações (66,7%) e responderam por 76,3% dos montantes investidos de R$ 18,8 bilhões, o que significa um crescimento de 335,6% em relação ao mesmo período do ano anterior.


Investidores Estrangeiros reduziram seus investimentos.


Os investidores de Capital Estrangeiro realizaram no mês 23 operações, correspondendo a uma queda de 59,6% dos investimentos, em relação a janeiro do ano passado.


Fusões e aquisições são transações importantes para alcançar mercados cada vez maiores e gerar um aumento considerável no lucro da companhia.


Para processos de Fusões e Aquisições de empresas, conte sempre com uma consultoria financeira experiente e com profissionais qualificados.


Até a próxima!!!

MLuz Consultoria

8 visualizações0 comentário

Commenti


bottom of page